Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

MARÉ ALTA

porque a liberdade está a passar por aqui

A triste história da Justiça Portuguesa e o juiz de Mação.

Uma série de gente não gosta de Sócrates. Porque é arrogante, concordo. Muitos chamam-lhe mentiroso. Outras nem sequer o suportam. Todos têm histórias de amigos, de amigos de amigos que sabem que Sócrates fez isto ou aquilo. Até aqui tudo bem. O problema está quando o rumor, o diz que disse, leva à prisão preventiva de alguém por nove meses. O problema está quando um juiz insinua na televisão que não tem dinheiro em nome de amigos, tal como Sócrates tem (e provas?). O problema está quando esse juiz não consegue deduzir acusação a Sócrates e vem para a televisão gabar-se de ser poupado, trabalhador, o “saloio de Mação”. O problema está quando a justiça pode prender sem acusação, com fortes indícios que afinal são apenas rumores, e um juiz pode vir insinuar que afinal não vai prender Sócrates (porque foi isso que o juiz Carlos Alexandre veio fazer) mas que fez tudo bem e que a sua honra está intacta. Portugal precisa de um debate profundo sobre justiça. Portugal precisa de perceber que o rumor não basta e que o tempo da caça às bruxas já passou. E que prender sem provas é inconcebível e imoral. E que hoje foi Sócrates mas amanhã podemos ser nós. E que este juiz, moralista e mesquinho não nos representa. Pelo menos, a mim não.

 

4 comentários

Comentar post